O robô como colega

24/Abr/2017
Feira de Hanôver Ampliar imagem (© dpa - Innovations)

Nesta segunda-feira, a Feira de Hanôver abre seus portões. Ela pretende mostrar os robôs como colegas de trabalho – não como concorrentes dos trabalhadores.

Futuramente, os robôs deverão trabalhar nas empresas em estreita cooperação com as pessoas – em vez de tomar seus lugares. Sobre isso, a Feira de Hanôver mostra robôs autodidatas, que podem adaptar-se à velocidade do trabalho e ao comportamento das pessoas a quem devem ajudar. A Feira de Hanôver é tida como a maior feira industrial do mundo. Ela começa no dia 24 de abril.

Como já ocorreu no passado, as atividades profissionais terão de transformar-se, segundo afirmou na quarta-feira o chefe da Feira, Jochen Köckler. «O robô aprende com o robô; mas é o ser humano que lhe diz qual é a tarefa que ele tem de fazer». Nunca antes foram mostrados na Feira tantos sistemas assistenciais, que apoiam as pessoas no trabalho.

Stefan Assmann, diretor do departamento Connected Industry na Bosch, afirmou que a empresa «não tem definitivamente nenhuma preocupação de que venha a necessitar de menos pessoal». A demanda é por qualificações elevadas, o frequente temor de fábricas sem trabalhadores humanos em função do crescente emprego de robôs foi rebatido por ele. O executivo parte do pressuposto de que continuarão sendo reduzidos os empregos para o pessoal de baixa qualificação – mas essa redução será «mais que compensada através de novos empregos para pessoas com alta qualificação».

A indústria conectada possibilita uma produtividade mais elevada, preserva e fortalece a competitividade – e assim pode também garantir os empregos. Atualmente, a Bosch dá trabalho a cerca de 20.000 programadores de software, quase a metade das vagas existentes tem que ver com software.

A Feira de Hanôver, que é tida como a maior mostra mundial de desempenho da indústria, tem este ano a Polônia como país convidado. São esperados mais de 6.500 expositores de mais de 70 países, bem como mais de 200.000 visitantes. 60% dos expositores são provenientes do exterior. Pela primeira vez, a China está em segundo lugar, logo após a Alemanha – tanto no número de expositores, como também no que se refere à área de exposição. Como resultado do ano passado, quando os EUA foram o país convidado, estarão também presentes este ano 150 expositores americanos.

Saiba mais sobre a feira

© dpa; tradução: FSM

O robô como colega

Albert Einstein

Previsão do tempo

Brasilia:
(19.08.2017)
30 °C

Hora e tempo na Alemanha

Berlin:
18:19:26 7 °C
O serviço meterológico alemão

Facebook do Centro Alemão de Informação

Twitter do Centro Alemão de Informação