Permanência de longa duração de cidadãos brasileiros na Alemanha

Brasileiros que pretendem ficar mais de 90 dias na Alemanha precisam de uma autorização de residência. Via de regra, em muitos casos, esta pode ser solicitada após a entrada na Alemanha diretamente no Departamento de Estrangeiros competente para o seu local de residência (por exemplo, para estudo superior, intercâmbio escolar, curso de idioma, reunião familiar, celebração de casamento e permanência de longa duração subsequente).

 

Exceções:

1. Entrada através de outro Estado-Membro da região de Schengen: caso você não tenha reservado um voo direto para a Alemanha e entrar na Alemanha através de outro país do Espaço Schengen, você deverá solicitar uma autorização de residência antes de viajar. Em todos os outros casos, você pode decidir se quer solicitar a autorização de residência na representação alemã competente antes de entrar na Alemanha ou diretamente no Departamento de Estrangeiros depois de entrar na Alemanha. Caso você já tenha estado na Alemanha anteriormente e tido problemas com o direito de permanência, é recomendável fazer o requerimento antes de viajar.

 

2. Caso você pretende trabalhar na Alemanha, é necessário solicitar um visto na representação consular responsável antes de viajar. Isto inclui todas as atividades, também au-pair e estágios. 

3. Igualmente para procura de emprego deve ser adquirido um visto com o que uma estadia de até 6 meses na Alemanha  seja  possível, e com o qual possa ser solicitado uma autorização de residência para o emprego sem ter que sair do país .

Estão excluídas algumas atividades profissionais (trabalhadores especializados, cientistas, pesquisadores, estagiários, trabalhadores sazonais, profissionais itinerantes, auxiliares domésticos, viajantes de negócios, jornalistas, funcionários enviados, artistas, modelos fotográficos, cicerones, intérpretes, atletas, funcionários na UE etc.) quando só forem exercidas por curto período de tempo e em caráter temporário. Por favor, informe-se na representação alemã da sua região.

 

Devido ao Regulamento 265/2010, com um visto nacional ("D-Visum") e um documento de viagem válido, agora é possível circular livremente por, no máximo, três meses para cada período de seis meses no Espaço Schengen.  Isso inclui os seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.