Participação recorde de alunos brasileiros na prova de admissão do curso preparatório para Universidades alemãs: Studienkolleg de 2017

Nos dias 29 de setembro e 05 de outubro, foram aplicadas no Brasil as provas anuais de admissão para o curso preparatório, Studienkolleg, das universidades de Mainz, Bochum, Darmstadt, Marburg/Mittelhessen, Sachsen-Anhalt (Köthen) e Thüringen (Nordhausen).

Cerca de 150 alunos brasileiros, um número recorde, participaram da prova. Esses jovens pretendem, a partir de 2018, se preparar em um curso, com duração de 6 a 12 meses , que os qualificará para ingressar numa Universidade alemã. O Studienkolleg se mostra, cada vez mais, como sendo a melhor alternativa aos alunos, que frequentam escolas com o idioma alemão e não possuem o Abitur, para estudar numa das excelentes entidades de ensino superior alemãs.

Os participantes tiveram que prestar um teste de alemão (aqueles que não possuem o Diploma de Alemão II) e em seguida de matemática. O teste foi aplicado em 14 escolas brasileiras pelos coordenadores da ZfA de São Paulo e Porto Alegre, ou por pessoas indicadas pelas escolas alemãs.

Ampliar imagem

Foto: Prova no Colégio Cruzeiro Jacarepaguá.

Segundo um levantamento preliminar, 60% dos participantes passaram nos testes, o que, porém, não lhes assegura automaticamente uma vaga no Studienkolleg, pois esses possuem o seu próprio método de admissão relacionado à performance de cada candidato. No entanto, já se pode, devido ao bom desempenho, estimar que 50 a 60 admissões serão concedidas a alunos brasileiros.

A grande procura de alunos brasileiros por uma vaga em um Studienkolleg se deu ao fato de que, nos últimos anos, foi intensificado o trabalho de informação por parte dos assessesores/ coordenadores  da ZfA em São Paulo e Porto Alegre e de delegações de Universidades alemãs junto às escolas parceiras da Alemanha no Brasil.

23 de outubro de 2017

Wolfgang Theis

Assessor/ Coordenador do Departamento Central para o Ensino de Alemão no Exterior (ZfA)